Empreendedorismo é maior entre as mulheres

Pesquisa aponta que a necessidade de complementar a renda pode ser um dos fatores que mais motivam o empreendedorismo feminino.

No Brasil, as mulheres são as mais interessadas em começar o próprio negócio. De acordo com a pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) de 2016, a taxa de novos empreendedores, aqueles que possuem um negócio com até 3,5 anos, as mulheres chegam a mais de 15% enquanto a de homens é de 12%.

Além dessa taxa ser maior, as mulheres abrem uma empresa mais pela necessidade, 48% delas abrem o próprio negócio porque precisam, já entre os homens esta taxa é de 37%. Isso pode ser explicado pois as mulheres muitas vezes necessitam complementar a renda familiar, segundo Guilherme Afif Domingos, presidente do SEBRAE. Estes percentuais são relativos aos novos empreendedores que representam 14% do total dos pequenos negócios do país.

A Pesquisa ainda traça um perfil dessas mulheres, 40% delas têm até 34 anos. E apesar da escolaridade delas serem maior que a dos homens nessa mesma faixa, elas ainda ganham menos. 73% dessas mulheres recebem até três salários mínimo, contra 59% dos homens. As empreendedoras estão concentradas em quatro setores, elas geralmente abrem empresas no setor de serviços domésticos, cabeleireiros e cosmética, comércio varejista de moda e acessórios, e serviços de Buffet e alimentação.

 

E você, quer fazer parte desse grupo de mulheres empreendedoras?

Clique aqui e saiba mais sobre a Oportunidade de Negócios Jeunesse.

Você pode gostar também de

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *